fbpx

Apagões na rede elétrica ? 

Recentemente, diversos casos de apagões foram reportados em vários pontos do estado. Com a chegada das chuvas, queda de linhas e sobrecargas, trazem inúmeros transtornos, principalmente os danos aos equipamentos desprotegidos na rede elétrica. No decorrer deste texto, falaremos um pouco para que você veja o que é e saiba como proteger seus equipamentos eletroeletrônicos.

O apagão, ou blecaute como também é conhecido, na verdade é a interrupção temporária do suprimento de energia elétrica, que pode se restringir à uma pequena área ou à regiões inteiras, podendo levar horas ou até dias para ser restaurado. O Brasil é campeão mundial na incidência de raios, um dos principais causadores de apagões.

Aparelhos que não protege seus equipamentos contra raios?

É importante acentuar que alguns dispositivos nunca protegem os eletroeletrônicos contra raios Filtros de linha, estabilizadores e No-breaks, por exemplo, têm funções características, mas nenhum deles concede segurança contra surto elétrico causado por raio. Inclusive os para-raios. Pois eles consistem em uma proteção contra descargas elétricas para pessoas e construções, mas não é capaz de manter a sua rede elétrica a salvo.

Como proteger seus eletroeletrônicos dos Raios

Em boa parte das vezes, a causa é a queda de um poste, Torre de transmissão, ou árvores na rede elétrica, causando danos à infraestrutura de transmissão de energia elétrica.    O que todavia podem ser causados por operações na rede, como os chaveamentos realizados pelas companhias de energia.

Os Raios e Apagões

Os apagões são um dos principais motivos dos surtos elétricos, devido ao ligar e religar do abastecimento de energia. Diminuindo assim a vida útil de equipamentos eletroeletrônicos ou até resultando na sua queima instantânea pois até mesmo filtros não são capazes de proteger das mudanças súbitas de tensão. Seja no trabalho ou em sua residência, todo lugar onde possua equipamentos conectados à rede elétrica ou linha de dados está exposto aos danos causados pelos surtos elétricos. Todos nós estamos sujeitos a esses prejuízos, perdendo aparelhos essenciais para o nosso dia a dia, por isso é tão importante a proteção e prevenção também em nossas residências. Portanto não espere pelos estragos, entenda como é possível se resguardar dos danos causados pelos apagões. 

 DPS-Dispositivos de proteção contra Surtos

Dispositivo não muito conhecido pela maioria da população brasileira, mas muito utilizados por profissionais do setor elétrico, os DPS (Dispositivos de Proteção contra Surtos) são equipamentos desenvolvidos para detectar a presença de surtos e drená-los para o sistema de aterramento, impedindo-os de chegar até os equipamentos eletroeletrônicos.

Os DPS podem ser utilizados em redes de distribuição de energia elétrica, proteção de transformadores e luminárias urbanas, linhas de telecomunicações, quadros de distribuição e até mesmo em tomadas, plugados aos equipamentos que desejamos proteger, e em muitas outras aplicações.

  queimado por raiosplaca eletrônica de fonte danificada por descarga elétrica  

Uma das empresas referência no setor de DPS ( Dispositivos de proteção) é a CLAMPER  oferecendo soluções para proteção de equipamentos eletroeletrônicos contra danos causados por raios. Mas se em todo caso, você teve seu equipamento eletrônico danificado por raios ou queda súbita de tensão, a Digitech Soluções Tecnológicas em Belo horizonte dispõe de recursos técnicos e equipe qualificada para reparar ou consertar seu eletrônico com garantia e eficiência e emitir laudo técnico para ressarcimento da operador de energia elétrica. 

O que deve fazer quando queimar seu aparelho?

Primeiramente, e bom saber que há inúmeros problemas elétricos que podem fazer com que um aparelho queime. E se isso acontecer devido a picos de energia de responsabilidade da concessionária, você tem direito ao ressarcimento.

Ou seja, se você teve algum equipamento queimado após uma oscilação de tensão, por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) você pode enviar uma reclamação diretamente à distribuidora de energia.

O consumidor tem até 90 dias a partir do dia em que ocorreu a queima para fazer essa solicitação. Depois, a concessionária tem até 10 dias corridos para verificar o item. O equipamento não deve ser consertado até que aconteça essa inspeção ou receba o numero de autorização da concessionária. Se você mora em Belo Horizonte, poderá procurar a Cemig ou ligar no 116. Em seguida, a distribuidora tem até 15 dias corridos para dar o resultado sobre o pedido de ressarcimento. Se aceito, ela terá até 20 dias corridos para realizar o pagamento em dinheiro do valor do dispositivo danificado, providenciar um conserto ou fazer a substituição do aparelho em questão.

 

Consulte-nos agora mesmo!

×